Publicado por: lucasvmbs | 8 de março de 2013

O goleiro Bruno é o Brasil

Vamos ignorar aqui toda a parte humana que envolve matar uma pessoa. Vamos ignorar questões de índole, compaixão, blá blá blá. Sejamos frios e práticos. Mesmo sob essa ótica simplista, podemos concluir: como o Bruno foi BURRO no caso Eliza Samúdio. O cara tinha uma amante que o incomodava (sobretudo quando engravidou) e, pra dar fim ao incômodo, achou “mais fácil” matá-la. É a burrice de quem não pensa 2cm à frente. Era óbvio que ia dar merda. Era evidente que uma morte não seria ocultada e esquecida tal qual uma sujeirinha que é varrida pra debaixo do tapete.

O espertalhão arruinou sua própria vida. Uma vida boa e promissora. Ficará 22 anos na cadeia aquele que era um dos melhores goleiros do país, jogando num dos maiores clubes do Brasil e com boas chances inclusive de disputar a Copa do Mundo pela Seleção. Longe de ser um desgraçado com uma vidinha destroçada que não tinha nada a perder. É muita burrice.

E o brasileiro médio, ainda que condene a atitude do ex-goleiro por questões humanas, no quesito burrice não é muito diferente. Nosso povo joga lixo nas ruas, por exemplo. Aquele papel de picolé, aquela latinha de cerveja, enfim, aquele ESTORVO, é uma espécie de Eliza Samúdio em forma de lixo. O pensamento burro e limitado das pessoas faz com que seu objetivo simplista e imediatista seja apenas de “se livrar” daquele incômodo. E então elas jogam suas elizinhas pela janela do carro ou nas calçadas. E, assim como fez Bruno, não medem as consequências. Dias depois começa a chover e alaga tudo. Aí o espertalhão que joga lixo nas ruas chora copiosamente porque a água invadiu sua casa e o fez perder tudo. Ou se irrita porque uma avenida está interditada.

Falei do lixo porque o POVO como um todo tem muita culpa de muita coisa. Mas aquele que talvez seja o maior CÂNCER do Brasil se chama “corrupção”, e aí não posso deixar de falar dos nossos amigos políticos.

Casos famosos como o do “Mensalão” são apenas a ponta do iceberg. O que faz a corrupção mesmo não são esses milhões de reais. São os 400 reais que um prefeitinho de uma cidadela superfaturou aqui, os 1.200 que o vereadorzinho do município vizinho desviou acolá, e por aí vai. Qual é a Eliza, ou melhor, o “problema” dos políticos? Ganhar mais dinheiro. Como eles resolvem isso? Com corrupção. Ao modo Bruno, sem medir consequências. Acham que “ah, se eu pegar 700 reais aqui não vai mudar nada pro país”. E assim todos vão superfaturando, desviando, roubando. E esse rombo na conta da nação fica gigantesco. E esse rombo impede que mais escolas sejam construídas, bem como hospitais, delegacias, etc.

E aí um menino que nasceu numa comunidade conturbada não conseguiu ir à escola, pois não tinha nenhuma por perto. Não conheceu o pai, pois sua cidade não tem segurança: morreu com bala perdida. Sua mãe é alcoólatra e bate nele com um pedaço de pau. Esse menino, sem muita escolha, acaba traçando um caminho torto. Vira bandido. Se tivesse estudado, talvez vislumbrasse perspectivas melhores. Mas o deputado estadual pegou o dinheiro da escola pra comprar um apartamento novo. E aí, numa noite qualquer, esse rapaz se arma até os dentes e vai “trabalhar”. Aborda uma moça, ela reage, ele puxa o gatilho. Morreu. Morreu a filha do nobre deputado. Que pena. Agora não adianta chorar, deputado.

Agora não adianta chorar, Bruno. Agora não adianta chorar, Brasil.

 

Lucas von.

Anúncios

Responses

  1. Bom texto, parabéns.

    Apenas gostaria de adicionar que a corrupção acontece não só no meio político mas, no país todo. Somos um país corrupto, não um país com apenas políticos corruptos. A atitude dos nossos políticos é meramente um reflexo da nossa sociedade. Corrupção é levar vantagem agindo de forma errônea, e aí se inclui coisas simples do dia-a-dia como furar uma fila, não falar quando um caixa de supermercado nos cobra menos que o devido, mentir para faltar o trabalho, e por aí vai. Essas são atitudes que mostam como nossas índole é corrompida.
    A cura pra tudo isso todo mundo sabe: educação e igualdade social. Agora, fazer com essa cura seja aplicada para combater o vírus da corrupção no Brasil é uma questão complexa, que demandaria bem mais que um comentário no teu blog.

    Enfim, continue escrevendo aqui, não só no blog Tricolor (que é bom também!)

    Abraço.

  2. Excelente post, parabéns.

  3. Von, belo texto, uma dica: grave esse mesmo texto em forma de vídeo (como o do abajur vermelho). Com um pouco (mesmo) de edição vc vai conseguir 10x mais audiência que blogs puro texto. E vc tem jeito pra coisa. Fica a dica 😉


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: