Publicado por: lucasvmbs | 6 de agosto de 2010

Com certeza, é seguir trabalhando

Tem gente que pega no pé de jornalistas esportivos que tentam ser diferentões, engraçadinhos. Tipo as matérias do Régis Röesing, ou as “crônicas” do Tadeu Schmidt. Sinceramente, por mais que eu não ria de tudo que eles fazem ou dizem, acho MUITO louvável essa tentativa de fugir do lugar comum. Sobretudo no ESPORTE.

É mais complicado alguém tentar inovar muito num jornalismo convencional. Por exemplo, anunciar a morte de alguém sambando ou falar da queda do dólar com o novo quadro “Dólar Cheio, Dólar Murcho” não iam ser boas ideias. Acho que não. Quem está interessado na notícia da morte ou do dólar provavelmente quer um texto que vá direto ao ponto. Quer ser INFORMADO e não ENTRETIDO. Só que o futebol e o esporte como um todo fazem parte do entretenimento. Nesse caso acho que a INFORMAÇÃO pura e seca é o erro.

Mas por que estou dizendo tudo isso? Simples, pra desmentir uma máxima: jogador de futebol só fala a mesma coisa nas entrevistas. NÃO! Discordo com veemência. O jogador de futebol não precisa nem saber ler. Não é a obrigação dele. Ele tem que saber chutar a bola apenas. O jornalista, profissional teoricamente formado e/ou instruído para exercer tal profissão, é quem deve saber o que perguntar. Perguntem a um jogador se ele caga de porta aberta na casa da namorada e vamos ver se a resposta será aquela mesmice.

Óbvio que o exemplo acima é hipotético e exagerado. Óbvio que se deve perguntar algo relacionado ao jogo, time, treino e afins. MAS AS PERGUNTAS SÃO SEMPRE AS MESMAS. Como é que o coitado do jogador vai responder algo diferente?

Intervalo de jogo: “- E aí Joãozinho, e esse empate parcial. É tentar ir com tudo no 2º tempo pra buscar a vitória?”. O que vocês querem que o pobre do vivente responda? É óbvio que ele vai dizer que “sim, vamos ouvir as orientações do professor no intervalo e voltar com tudo pra buscar o gol na segunda etapa”. É ÓBVIO. Queria que ele dissesse o que? “Não, já era. Tentamos no 1º tempo e por mim tá de bom tamanho. Agora vou pra casa assistir a novela”.

Fim de jogo: “- E a vitória nesse momento decisivo do campeonato, ainda mais com um gol teu, é muito importante? Tá muito feliz?” Não, ele não está feliz. A resposta dele em hipótese alguma começará com a expressão “com certeza”. Óbvio que não. Provavelmente ele dirá que ficou triste, pois a ideia do time era perder, mas infelizmente o coitado fez um gol sem querer e agora vai ter que amargar essa vitória. Seria uma resposta bem diferente.

E já que tô viajando madrugada adentro e ninguém vai ler isso aqui mesmo, vou mais longe: os exemplos acima são uma metáfora da vida. Mazá.

Mas é verdade. Muita gente reclama de respostas iguais, resultados iguais, mas fazem sempre as mesmas perguntas, vão sempre aos mesmos lugares, fazem sempre as mesmas coisas, agem sempre da mesma maneira. Dificilmente iremos conseguir resultados diferentes fazendo coisas iguais. E normalmente culpamos os outros: amigos, namoradas, parentes, chefes, jogadores de futebol.

Eu às vezes busco fazer coisas inusitadas, pra ver se acontece algo inusitado como resposta. E eventualmente acontece. Fica a dica. Se a gente for mais Tadeu Schmidt em nossas vidas, talvez possamos dar belas risadas com as bolas murchas em que nos metermos e esbarraremos cada vez mais com bolas cheias por aí. E isso não foi um trocadilho sexual. A não ser que você seja mulher. Mas como não tem ninguém lendo, você não é mulher. Você sou eu revisando. Então não foi. Obrigado. Boa noite.

Anúncios

Responses

  1. mas pq os “melhores lances” tem q ser com um funk de fundo?? PQ?? e coloco entre aspas pq nem passam mais os melhores lances, as vezes passam os gols! preferem ficar fazendo chacota com o desempenho esportivo.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: